Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

11
Fev17

É quando um homem quiser

mãe Sofia

IMG_20170211_215636.jpg

    

Antes do Natal comecei um projeto ambicioso.

Numa manhã, escolhi 24 livros dos miúdos e embrulhei-os em papel de cenário. Escrevi um número em cada um e fiz um desenho natalício.

Era um calendário do advento. Para, mesmo no curso agitado da vida, todos os dias desembrulharmos um livro e nos deixarmos, mais uma vez, deslumbrar com uma história ao deitar.

    

IMG_20161204_202105.jpg

 

Cumprimos religiosamente os primeiros dias, fomos deixando um ou outro, até que as reuniões e festas de Natal das escolas nos engoliram. Vieram as férias de Natal, as gripes, os preparativos do Natal, a mudança de casa... Ficaram muitos livros por abrir. E trouxemo-los para a casa nova.

Sem pressas, de vez em quando, vamos abrindo um.

   

Hoje reparámos que o número 11 estava por abrir. Foi o mini que leu a história de ponta a ponta, com o filho crescido quase embalado pelas palavras do irmão.

 

qdoeunas.jpg

      

Afinal, o Natal é quando queremos que seja, não é?

Hoje foi.

     

     

 

21
Nov15

Acredito... Não acredito... Acredito... Não acredito...

mãe Sofia

O crescido diz que não existe e já me perguntou várias vezes se este ano o mano já sabe a verdade. Pelo meio, diz que quer que o Pai Natal lhe traga dinheiro para amealhar para uma viagem que vai fazer em junho. Ou então, uma nave Star Wars. Aparentemente, naves Star Wars nunca são demais... mesmo já tendo 357.

            

Já ouvi da boca do mini que não existe: "são os paaaaaaais!!". Mas no outro dia trouxe da escola um quadradinho de papel recortado de um catálogo de brinquedos com uns legos que queria meeeeesmo. E cada vez que vê um brinquedo com potencial (Playmobil, Lego ou Star Wars) pede-me para tirar fotografia - tenho o telemóvel cheio de fotografias de brinquedos: "É para colar na minha carta para o Pai Natal!". Não vai haver carta nenhuma. Este ano o mini vai mandar-lhe um scrapbook.  

    

Nat.jpg

      

Mas nunca ninguém é velho demais para ir falar ao Pai Natal, pedir-lhe um doce e tirar uma fotografia.

                    

10
Ago14

Mini filho, 5 anos e meio

mãe Sofia
Estamos em agosto e já definiu pedidos para o Pai Natal: uma tarântula e uma prancha de saltos para a água.

Hoje de manhã ouvimos uma queixinha do crescido. "Sabes mãe, o Rodrigo pôs um filme a gravar! Do canal Hollywood!!".
(Pela primeira vez, deixamo-los ligar a televisão e ficar a ver desenhos animados até nós acordarmos e nos deixarmos de preguiça.)
"Era de índios!", desculpou-se o pequeno.
Fui averiguar. Era o Geronimo.

25
Dez12

So this is Christmas...

mãe Sofia

  

 

  

A véspera de Natal é um aconchego para o coração. Uma casa cheia de pessoas de quem gostamos e que nos mimam tanto. Uma casa quentinha. Um casa com a mesa cheia para ir comendo ao longo da noite. Uma longa fila de presentes para toda a gente. Para irmos abrindo, um de cada vez, sem pressas e dando atenção a cada um deles.

Os miúdos presos nas conversas e nas brincadeiras. Ansiosos pelos presentes.

    

Este ano, com a véspera de Natal e o almoço de Natal a acontecer a mais de 50 quilómetros de casa, mas em casas quase ao lado uma da outra, decidimos pernoitar por perto. Foi uma ótima decisão e deu-nos direito a não fazer viagens tão longas de lá para cá e de cá para lá, além de uma manhã de Natal muito mais descansada.

    

 

    

Tudo tão bom. Tudo tão rápido. Tantos preparativos, tantas expectativas e em menos de 24 horas já passou tudo...

   

Agora ficam as memórias e as fotos. E os jogos de bingo e de semáforo louco e de skylanders...

E também o desejo de que para todo o sempre os Natais se mantenham assim.

    

06
Dez12

Querido Pai Natal,

mãe Sofia

O filho mais velho foi super criterioso. Escolheu meia dúzia de coisas do catálogo e sabe que só vai ter uma, como sempre.

Adorei a seta explicando ao Pai Natal que o comando serve para jogar o jogo para a Wii e o desenho que fez do jogo do Semáforo Louco porque tinha perdido a imagem que tinha recortado. Já no fim de tudo encontrou-a e colou-a mesmo ao lado.

   

   

O mini-filho recortou tudo quanto encontrou (e eu deixei porque precisa muito de praticar o recorte) e depois foi colando até se lhe acabar o espaço na folha. Está determinado em ter uns patins e um skate... e eu nem sei o que achar disso. Por um lado são a cara dele, por outro tenho medo que quando perceber que andar em cima deles não é fácil, queira desistir (e, por enquanto, deixamos fora da equação as mazelas que vêm sempre com estas traquitanas). Também sabe que só vai ter um presente do Pai Natal... mas tem a enorme vantagem de fazer anos entretanto.

  

      

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D