Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Só para memória futura

Entro no blog, volto a ler o post e há em mim um sentimento de ambiguidade.

  

Por um lado, ele tem razão. Ele tem muitas vezes razão. E embora gostem de ir à escola, desde pequenos que, havendo escolha, preferem não ir. Que contam os dias até ao fim de semana. Até às férias seguintes.

   

Por outro lado, comparativamente à esmagadora maioria dos miúdos do país, são uns sortudos.

Desde sempre que só vão à escola nos dias em que temos mesmo de trabalhar e que só lá estão as horas estritamente necessárias. O crescido, até fazer 4 anos, só foi à escola de manhã. O mini durante 2 anos só foi de manhã e até aos 5 anos até às 15h30.

Mesmo este ano, o mini sai da escola às 16h. 95% dos miúdos da escola dele ficam até às 17h30, pelo menos.

O crescido sai às 17h. Podia ficar na escola mais 2 ou 3 horas, em atividades e clubes, mas não fica.

 

Vêm sempre embora, para casa ou para atividades connosco.

       

Portanto, o crescido não deixa de ter razão. São muitas horas na escola. Por outro lado, fazemos o pino para que lá fiquem o menos tempo possível. E temos sempre conseguido...

    

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.