Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Uma no cravo, outra ferradura*

No feriado, na fila para comprarmos os bilhetes para um espetáculo de teatro.

Crescido - Não é preciso casar para ter filhos, pois não, mãe?

Eu - Porquê?

Crescido - Porque a Catarina disse que era preciso e eu acho que não é!

Eu - Pronto, então já tens a tua resposta.

  

Hoje, a caminho da escola.

Crescido - As mães têm de beber muito para ficarem com um bebé na barriga.

Mãe - Ai é? E depois como é? A água transforma-se num bebé?

Crescido - Hum... não! Têm de comer muitos alimentos.

Mãe - Ah, é a comida que se transforma num bebé?

Crescido - Hum... pois... então não sei...

  

* Ou uma mãe dividida: contornar questões sensíveis ou aguçar o espírito crítico dos filhos? 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.