Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Dia de Mãe

O meu dia começou com embrulhos à frente do meu nariz. Com saltos dos meus filhos em cima da minha cama, em cima de mim, em cima dos meus cabelos. Com beijos e abraços e turras. 

Com um pequeno-almoço na cama, preparado a três, mas já sem queijo, porque enquanto abri os presentes, a Ginja rapinou-o do tabuleiro que estava pousado no chão.

Com uma manhã inteira de mimos na cama, a quatro (quase cinco, se contarmos com as lambidelas da Ginja), a ouvir música familiar e a ler livros e mini-livros todos juntos. Com um almoço em casa dos meus pais e com a visita da minha avó Joana. 

   

Os meus dias podiam deviam começar sempre assim. Como hoje.

É que foi mesmo, mesmo bom.

      

   

Um dia feliz a todas as mães.

Em especial à minha, que fez de mim a mãe que sou hoje.

    

1 comentário

Comentar post