Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

No fundo, é o que importa

Os dias têm sido loucos e as noites muito curtas. Entretanto, estou sentada na cama com o computador ao colo desde as 9 e tal da noite.

  

Por que razão não estou a trabalhar no escritório, na sala ou na mesa da cozinha?

Porque tenho ao meu lado, bem enroscadinho a mim, o meu mini-príncipe que dorme a sono solto.

  

E entre a respiração dele e os suspiros que de vez em quando oiço do quarto ao lado onde dorme o crescido (e onde devia estar a dormir o mini), entre o cheiro dele e o sorriso do crescido que me enfeita o desktop do computador, entre as recordações das brincadeiras de hoje à tarde no parque do Alvito e a nostalgia de os ver tão crescidos, independentes e desembaraçados, sinto-me uma sortuda. Pelos filhotes, o amor que sentimos uns pelos outros e a harmonia em que vivemos.

  

Podem faltar as novidades e actualizações das últimas semanas, mas não nos tem faltado o amor.

      

1 comentário

Comentar post