Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Balanços - III

No último dia de aulas trouxe para casa o livro de inglês e um mega-livro com folhas de cartolina onde vinham colados muitos dos trabalhos que fez ao longo do ano. Vinha inchadíssimo e mostrou tudo cheio de vaidade.

Nos dias seguintes voltou a rever os trabalhos todos, de inglês e português, sozinho, em versão nostálgica. Um doce.

A avaliação também foi muito positiva. Nota máxima em tudo a Expressão Musical, Bom nos itens de Expressão Dramática e Educação Física (à excepção do entusiasmo com as actividades onde teve Muito Bom), elogios rasgados da professora de inglês e no impresso das educadoras pouquíssimas cruzes nos itens em progressão e apenas uma num objectivo não atingido: usar os talheres. 100% justo! A hora das refeições é a única coisa difícil neste filho e fazê-lo comer é já uma epopeia, quanto mais de faca e garfo. Uma coisa a treinar nas férias.

 

Foi um ano cheio de novas conquistas. Educadoras e amigos novos, rotinas e actividades diferentes, comida a que não estava habituado e um número enorme de crianças a partilhar o recreio e a vida. Uma língua nova a ser aprendida...

 

O saldo é positivo. Ele é feliz na escola e gosta de lá estar. Gosta dos amigos e os adultos tratam-no nas palminhas.

O único senão é o facto de ter de o convencer todos os dias a sair da cama (Vá, vamos lá que hoje é dia de Ginástica! ou Anda! Sabes que hoje há Assembly?) mas acho que isso é feitio. Gosta de ir mas se puder ficar alapado a um de nós, melhor.

Quanto a mim, estou satisfeita (embora ache que às vezes se podia/devia ir ainda mais além) mas do que gosto mesmo, mesmo é de o ter mesmo à mão de semear e de me cruzar com ele nos corredores de vez em quando. :)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.