Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

18 meses

Às vezes, quando falo dele a outras pessoas chamo-lhe o meu enfant terrible.

Não é. Não é mesmo, nós que estávamos habituados a outra calmaria.

 

O mini-filho é um vivaço. Um verdadeiro entusiasta da máxima: aprender fazendo.

Experimenta tudo, tenta tudo, imita tudo. Sempre com o maior à vontade e com a convicção de que vai ser capaz.

Antes do banho, encosta-se à sanita exactamente como o irmão para fazer xixi (mas é só fingido). Durante o banho esfrega a cabeça e o corpo sozinho e no fim lava os dentes. Sozinho.Tenta vestir-se e despedir-se (embora não consiga) e está convencido que faz desenhos tão lindos e perfeitos como os do mano.No quintal dá cabo da cabeça ao pai João porque acha que também pode usar enxadas, martelos e picaretas e, na sua opinião, qualquer pontinha de verde é uma erva daninha pronta a ser arrancada. No fundo, é esta vontade de fazer e experimentar que dá origem à média de vinte disparates por minuto.

 

Adora ouvir histórias e nas últimas semanas tem andado sempre de livro em punho à procura de alguém que lhe conte uma história. Fora os livros, é fã de bolas. Anda sempre com uma nos pés, a correr casa fora, ou então com uma raquete que vai acertando em balões ou bolas de ténis. Assim que sonha que pode ir para a rua encosta-se à porta com uma bola nas mãos. Se a porta se abrir, sai a correr mesmo que esteja descalço. Está um verdadeiro rapazolas.

 

Cresce-nos à frente dos olhos mas continua a enroscar-se no colo como sempre fez ou a encostar a cabeça ao meu ombro para se aninhar (com a diferença que agora reclama se há cabelos meus por perto). Continua a passar os dedos nas nossas mãos e braços enquanto adormece e nunca deu outros beijos que não fossem os verdadeiros e repenicados.

 

Ano e meio de mini-filhote mais bom!

Que continue a crescer sempre assim, dono do mundo e com esta vontade de se superar sempre.

Mas com mais saúde.

 

4 comentários

Comentar post