Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Triste...

... é reconhecer já a léguas a falta de ar; é sair de casa antes das 8 da manhã para ir ao hospital a um domingo; é dizer aos médicos que sim, que ele está habituado a fazer aerossóis; é ter um filho ao colo que já nem sequer reclama com os aerossóis intermináveis; é perceber que o filho também tem uma otite; é sair do hospital com uma receita generosa de coisas para lhe dar.

 

É triste porque é cada vez mais habitual.

E porque, tendo em conta que esta crise respiratória tem uma alergia como causa, é natural que aconteça com frequência...

 

Temos o mini de molho.

Aerossóis de 6 em 6 horas, antibiótico de 8 em 8, anti-histamínico à noite e benuron para baixar a febre.

 

1 comentário

Comentar post