Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Agora sim, venham os cabelos brancos!

Começou hoje a gatinhar pela casa toda. 

  

Gatinha, agarra tudo o que pode e não deve, puxa, empoleira-se, põe-se de joelhos e, ao mínimo obstáculo, atira-se.

  

Só da tarde de hoje, tenho fotos fantásticas. E no adjectivo usado, nem tudo é bom.  

Esborrachou o nariz no chão, apanhei-o a comer giz, deu umas lambidelas no prato da Ginja e, só não fez um festim com o prato da água da cadela, porque o agarrei a tempo.

  

Afinal, eu também ainda estou a aprender como é ter um filho que gatinha...

  

Por isso...

... não fiz NADA a tarde toda, senão olhar para ele, brincar com ele e tirar-lhe fotografias. Até o filmei! O que, num segundo filho, revela a grandiosidade da etapa conquistada.

  

É tão, mas tão lindo, tão aventureiro e inteligente!

Que orgulho naquele corpinho minúsculo que vai percorrendo o chão, entre palrices e sorrisos.

Que doce!

    

Parabéns, mini-filhote!

       

4 comentários

Comentar post