Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

280 / 365

          

       

Ir buscar o mini filho mais cedo, passear com ele a pé e ir até ao parque infantil, onde brinca descalço.

Ao lado dos ténis, os pauzinhos que vai recolhendo.

       

E este sol de outono tão bom?

        

279 / 365

      

Juro que ainda tentei acompanhar (santa ingenuidade!). Que nas primeiras notas que ele aprendeu eu sabia onde se punham os dedos e que andei a tentar ler pautas (notas contadas a partir da clave de sol!) e a escrever por baixo as notas musicais correspondentes, com informações sobre a parte do arco que tocava cada uma das notas. 

   

Mas, apesar de continuar a assistir a todas as aulas e a ajudá-lo a treinar em casa, sou tão desajeitada para a música que fui ultrapassada com uma pinta dos diabos e estou, neste momento, a anos luz dele.

Mesmo que o quisesse ajudar mais, não faço ideia como e onde se põem dedos para tocar notas (a ele, basta dizerem-lhe que nota deve tocar e sabe automaticamente onde se toca) e já desisti das pautas. Rabisco notas de músicas novas em papéis ou no telemóvel, mas só tenho de lhe ler notas (mas leio mesmo, em letras, que de memória baralho as músicas todas umas com as outras) quando muito raramente se esquece de alguma.

      

   

És fantástico, miúdo!!!

    

    

(Hoje foi dia de aula.

Vamos a meio do Moto Perpetuo e o corretor ortográfico do meu telemóvel insiste em alterar tudo o que é para . E eu deixo...)

        

278 / 365


Domingo, 9h30 da madrugada: já tomámos pequenos-almoços, o chão da sala está coberto de playmobil e entretanto surgiu a urgência de pintar e montar - hoje, agora, já - o robot que deram ao mais crescido no último aniversário.
(Melhor do que ontem que, às 9 da manhã, estava a tirar do forno um bolo de chocolate feito com o mini filho.)

Aqui, mostram-se os dedos do mais novo que, obviamente, também quis molhar o pincel.

277 / 365

  

103 anos de república.

O crescido foi ao zoo com a madrinha e eu aproveitei para passar a tarde na serafina com o mini.

    

(Pouco brincou no parque. Mas fez amigos, trepou árvores, seguiu formigas e apanhou tantas bolotas que podemos pensar em arranjar um porquinho.)

             

273 / 365

          
               
Se uma imagem vale mais que mil palavras, esta é bastante reveladora.
  
Só para levarem amanhã:  

2 termos que levarão 2 caixas de sopa e 2 caixas de massa à bolonhesa;

2 caixas com tomate-cereja;

2 caixas com uvas
2 caixas com bolachas Maria para o lanche.
(nas lancheiras já estão preparados 2 pacotes de leite)
     
Não admira que com horários apertados de atividades depois da escola, (às vezes) trabalhos de casa, banhos, jantares, brincadeiras, pijamas, lavagem de dentes, histórias e preparação do dia seguinte, chegue muitas vezes ao final do dia à beira do colapso cardíaco.
           

Pág. 2/2