Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

07
Nov06

Infantário

mãe Sofia
E ao fim de 3 dias, posso dizer que o filhote parece gostar de estar lá.
         
Chega sempre com grandes sorrisos e gargalhadas para oferecer a quem quiser: à educadora, à auxiliar, à enfermeira... Quem quer que se chegue ao pé dele, é brindado com uma gengiva desdentada. :)
 
Elas são todas super amorosas com os bebés. Brincam com eles, falam e cantam-lhes, mimam-nos, têm muito cuidado com a mudança das fraldas e, ao menor sinal de mangas babadas ou camisolas bolçadas, mudam-lhes logo a roupa.
     
Quando chegamos dou-lhe sempre mama dentro da sala. E observo! Tudo e toda a gente. Hoje cheguei de mansinho e vi a auxiliar a falar e a brincar com o meu filhote, enquanto ele sorria todo derretido.
    
Sinal também de que está bem e tranquilo é o que tem dormido. Faz sestas de duas horas enquanto lá está e ontem, quando o fui buscar às 13h pedi que não o acordassem, eu esperaria. Acordou, como sempre, muito bem-disposto... às14.30h!!
      
Único reparo: parece que não tem brincado muito. O cusco do meu filhote tem passado as manhãs a observar atentamente os outros bebés a brincar e a gatinhar... Tanta coisa nova merece atenção, pois claro!
          
Estou mais descansada. Embora já deva ser conhecida como a mãe que telefona sempre às 11h para saber as últimas sobre o seu rebento, estou muito confiante na adaptação do filhote (e na minha) a esta nova rotina.  
      
"A mamã volta num instantinho!" É o que lhe segredo todos os dias antes de o deixar. :)
 
07
Nov06

Desafio

mãe Sofia
Fui desafiada pela mãe de uma Fada muito linda a responder a este inquérito. Achei piada! Não faço uma coisa destas desde a minha adolescência. :) Viva o revivalismo!
                      

Olhos: Castanhos.

Cabelos: Cada vez menos... todo o meu corpo parece transformar-se em leitinho

Altura: pouquinha, mas boa

Destra ou canhota? Destra

Peso: mais do que o filhote, mas menos do que o pai João

Ascendência: Alentejana

Signo e ascendência: Balança e mais não sei

Sapatos que está a usar: meias! que em casa ando sempre descalça

Fraqueza: Acho sempre que consigo fazer tudo sozinha e sem pedir ajuda a ninguém

Melhor Qualidade: Sou muito honesta e generosa (acho eu, não é?)

Medo: Da morte, da minha e da de todos de quem gosto

Objectivo que gostaria de alcançar: Sentir-me sempre feliz e realizada, apesar das contrariedades da vida

Frase que mais uso no messenger: Não uso messenger

Melhor parte do corpo: Todas, afinal é o MEU corpo, o único que tenho

Pepsi ou Cola: Cola

MacDonalds ou Bobs: Mac, McFish (a única coisa que como lá) forever!

Café ou capuccino: Chá??

Fuma?: Passivamente

Palavrões: Cada palavrão dito cá em casa dá direito a 1€ para o mealheiro do filhote. Já quase não digo!

Perfume: L'eau de Kenzo. Sempre...

Canta?: Descobri inerte, numa parte escondida do meu cérebro, um repertório enorme de canções infantis, ainda da minha infância. Se canto? Quase como na rádio: 10 músicas por hora!

Toma banho todos os dias? Pois!

Gostava da escola? Tanto, que fiz disso a minha vida.

Acredita em si mesmo? Muito!

Tem fixação com a Saúde? Não.

Dá-se bem com os seus pais? Claro!

Gosta de tempestades? Mesmo nada.

Já lhe bateram? Hum... acho que sim

Já bateu em alguém? Pratiquei karaté durante 7 anos...

Número de filhos: Por agora, só 1. Mas o mais lindo de todos!

Como gostaria de morrer? Posso não morrer? Gosto tanto da minha vida.

Piercings? Umbilical

Tatuagens: Isso é que não

Quantas vezes o seu nome apareceu nos jornais: Todas as vezes que escrevem sobre a rainha Sofia, sobre a Sofia Coppola, sobre a Sophia de Mello Breyner...

Cicatrizes no corpo: Uma, quase à Harry Potter, na testa. Fruto de uma queda com o cão da minha infância.

De que se arrepende de ter feito: De algumas "manias" de adolescente

Cor Favorita? Só uma? Não pode ser o arco-íris?

Disciplina favorita na Escola: Língua Portuguesa

Um lugar onde nunca esteve e gostaria de estar: Quénia, ver animais selvagens no seu habitat

Matutina ou nocturna: Matutina, se dormir uma sesta a seguir ao almoço

Os astronautas pousaram mesmo na Lua ou foi tudo uma grande mentira? ??

O que tem nos bolsos? Normalmente aquelas senhas do supermercado para comprar queijo, fiambre, arranjar o peixe...

Daqui a dez anos imagina-se: Tão feliz, pelo menos, como me sinto agora

Falha a luz, o que fazes para se manteres aquecida, contente e entretida? A última vez, acendemos velas e jogámos scrabble

O que é tu jamais comerias? Muita coisa, que eu sou muito selectiva/esquisita

Qual seria a sua última refeição se você estivesse no corredor da morte? Não me parece que tivesse fome

Qual sua lembrança mais antiga? Não sei.

O que queria ser quando era criança? Quis ser quase tudo! Mais original, quis ser "homem do talho", eu que não como carne há mais de 8 anos

Se pudesse entrar num lugar onde não tivesse permissão e ninguém descobrisse, qual seria? Neste momento, na sala do filhote no infantário. Eu confio em todas as pessoas que lá trabalham, mas poder ver mesmo como é...

Quando era criança, quais eram o seu brinquedo, livro, programa de TV e personagem de desenho animado favorito? Nenucos, a colecção Uma Aventura... nunca vi muita televisão

Primeira coisa que nota no sexo oposto? Sobre o que conversam

Você consegue tocar seu nariz com sua língua? Yap!!

Qual a primeira coisa em que você pensa quando acorda pela manhã? No meu filhote

Como é o seu wallpaper? O meu filhote a mamar, com um sorriso gigantesco dirigido à amiga maminha

No último mês:

Bebeu álcool? Não

Fumou? Não.

Usou drogas? A pílula conta?

Fez compras? Muitas. A comida cá em casa parece que desaparece sozinha

Comeu um pacote inteiro de bolachas? Vontade não faltou

Comeu sushi? Não

Chorou? Sim, que o meu equilibrio hormonal ainda não se refez da gravidez e da recente maternidade

Fez biscoitos caseiros? Só bolo de chocolate, receita da minha amiga S

Pintou o cabelo? Não

Roubou? Só sorrisos e beijinhos

         

Desafio toda a gente que se sentir desafiada. Os meus contactos e conhecimentos na blogosfera são ainda muito reduzidos. :)

07
Nov06

Acordar

mãe Sofia
Hoje acordei de manhã (não vou dizer a hora para não terem pena de mim) com um filhote enroscadinho em mim e com a mãozinha na minha cara.
      
Muito, mas mesmo muito dificilmente alguma coisa me poderia ter estragado o dia.
05
Nov06

Fim-de-semana

mãe Sofia
Como parecem longos estes fins-de-semana... parece que têm mais horas... Isto de acordar às 6h da manhã (ou da madrugada) tem que se lhe diga!
      
Ontem fomos visitar o padrinho, a avó H. e a bisavó E. (não vivem todos juntos, hein?!)  e ainda demos um saltinho ao Colombo. O filhote, depois de fazer as delícias de quem fomos visitar, dormiu ao colo do pai João o tempo todo em que andei às compras no sítio onde há novidades. ;)
 
Hoje tivemos uma folguinha da chuva (yuuupiii!) e fomos à Feira de Artesanato Urbano, no Jardim da Estrela. Enfeirámos uma vela enoooorme (!) para a nossa sala e uma prenda de Natal (não dizer o quê nem para quem!). Vimos coisas lindas e muito idiotas (idiota = cheio de ideias novas)! Em Dezembro, estaremos lá caídos outra vez.
  
O filhote estava doidinho com tantas coisas, tantas cores e tanta animação. Foi no pano e ainda petiscou uma maminha num banquinho do jardim.
          
Viva o ar puro! Viva os fins-de-semana! 
     
 
04
Nov06

mãozinhas

pai João
Não há como o tactear dum bebé na nossa cara quando o adormecemos ou estamos nos miminhos.
Deitá-lo (e deitarmo-nos), lado a lado, e sentir o nosso filho a explorar o nosso rosto, os nossos cabelos...
É como se fossem festinhas que nos faz, não é?
E nós ali ficamos a deliciarmo-nos com aquelas pontinhas dos dedos a tocar, a conhecer e a criar uma ligação como não há igual.
Dedos pequenotes e tão maravilhosos?!  São dedos mágicos, digo eu!
03
Nov06

Obrigado AVÓS!!

mãe Sofia
Os avós ficaram esta semana com o filhote!
      
Todos os dias abriram a porta de casa às 7.15h, com ar de já serem 11h, para receberem o filhote e ficarem com ele durante a manhã. Mais ainda, o avô tirou férias esta semana uma vez que a avó trabalha algumas manhãs e tinha de sair todos os dias antes da mãe conseguir chegar.
         
Tomaram muito, muito bem conta do nosso bem mais precioso! Brincaram com ele e mimaram-no até mais não! Aconchegaram as pequenas birrinhas e deram uns biberões cheios de (leite e) amor. Estrearam-se os dois na mudança de fraldas descartáveis.  :)
 
Embora pensem o contrário, nunca tivemos dúvidas que o tratariam assim... Não o deixamos convosco mais vezes porque achamos que o lugar dos filhos é ao pé dos pais... como vocês tão bem me ensinaram toda a vida!
    
Muito, muito obrigado avós! A triplicar! Obrigada da mãe Sofia, obrigado do pai João e super-obrigado do filhote! 
03
Nov06

1º dia de infantário

mãe Sofia
E o pensamento deve ser... Segunda-feira correrá melhor!
      
Primeiro que tudo convém fazer um "update": o infantário já não é aquele onde pagámos os (só) 75% das mensalidades de Setembro e Outubro. Conseguimos uma vaga (tal foi a nossa insistência) no infantário que queríamos mesmo. É uma diferença gigantesca em relação ao outro... para (muito) melhor claro!
        
A notícia da vaga veio na melhor altura, a altura do filhote ter mesmo de ir para lá. Acabou-se a licença da mãe, a licença do pai, as férias do avô... e agora tem mesmo de ser.
         
Hoje fomos levá-lo mais cedo que o necessário uma vez que tínhamos as recomendações todas para fazer, o material todo para organizar (mudas de roupa, fraldas, chucha, brinquedo...) e sabíamos que a despedida iria levar anos...
   
Ficou na salinha com a educadora, ao colo da enfermeira, cheio de sorrisos para dar a quem quisesse. Pena que a manhã não tenha corrido toda assim... Tal como prevíamos, chorou todas as vezes em que ouviu outro bebé chorar. E quando o avô chegou, não sei se lhe apressaram o fim do soninho que estava a fazer, acordou com uma birra tal, que acabou por ser ele a dar-lhe o biberão, depois de inúmeras tentativas das auxiliares, educadora e enfermeira.
     
Salientemos os aspectos positivos: conseguiu dormir uma hora e meia de manhã (das três que lá esteve) depois de adormecido ao colo; nós continuamos com muita confiança no infantário e nas pessoas que ficam com o filhote; o avô que esteve na salinha dos bebés imenso tempo (a acalmar o filhote e a dar-lhe o biberão) ficou a achar maravilhas de tudo.
       
A manhã de Segunda-feira correrá, com certeza, muito melhor!    
01
Nov06

Mais uma passeata!

mãe Sofia
A limpeza da casa que espere, a roupa para lavar e estender que fique no cesto, as aulas que sejam planificadas mais tarde (Céus, que ainda tenho um Projecto Curricular de Turma inteirinho para fazer!!)... mas hoje fomos aproveitar o feriado!
          
Resolvemos ir apanhar ar fresco e disfrutar ao máximo da companhia uns dos outros. Além disso, conseguimos convencer os avós (a avó é que se fez mais difícil) a vir connosco!
       
Rumámos a Alcântara e almoçámos nas Docas. Depois de uma caminhada até ao Museu da Electricidade, na expectativa de ver a exposição sobre o Star Wars (que acabámos por não ver porque caiu lá meio mundo), fomos recarregar baterias aos Pastéis de Belém!
   
O filhote adorou observar  tudo com muuuuita atenção (filhote curioso, temos nós) e cheirar a brisa do rio. Para não ficar atrás, resolveu mamar todas as vezes em também comemos... Coincidência? Fez as delícias dos avós e voltámos a casa com um bebé muito cansado, pronto para uma banhoca, mamoca e cama!
        
"Ai que prazer
Não cumprir um dever"
         
01
Nov06

A hora mudou...

mãe Sofia
         
... há por aí alguém que consiga explicar ao meu filhote, de forma que ele perceba, que acordar às 6h da manhã, principalmente a um feriado, é quase criminoso?       
        
A sorte dele é que tem um sorriso maravilhoso que me conquista ao primeiro segundo.
      
Por isso passámos a manhã entre brincadeiras e a segunda parte (ontem "desmaiei" ao fim de 40 minutos de filme) do Código Da Vinci ... já com o filhote a fazer um soninho reparador ao meu colo. :) 
01
Nov06

Parabéns L!

mãe Sofia
  
Ontem fez anos a minha madrinha, a L. Telefonámos para dar os parabéns tão cedo, que ainda a apanhámos na caminha. :) Mas não podia deixar de mencionar o facto aqui. 
 
Como madrinha (e não tem mais laço nenhum familiar comigo) acompanhou toda a minha vida de uma forma tão próxima e tão "apoiante" que me faz desejar que o meu filhote também um dia se sinta assim em relação à madrinha dele. :) 
Acima de tudo é uma Mulher cheia de força, energia e boa disposição, mesmo quando a vida lhe tenta trocar as voltas...
   
L. queremos ver-te sempre a sorrir, a rir às gargalhadas! Muitos parabéns! 
 

Pág. 3/3

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D