Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Já o Natal?!?

Ora, primeiro ponto, eu ADORO o Natal! Muito! Mesmo muito!
Adoro as luzes, as árvores enfeitadas, as músicas pirosas do "Merry Christmas", a simpatia de ouvir e de repetir "Feliz Natal" , o cheiro da casa dos meus tios na noite de Natal, o jantar com a minha família (de quem tanto gosto!!) pautado pela ansiedade da minha afilhada, o jogo de numerar todos os embrulhos e de os irmos abrindo calmamente  à medida que vamos sorteando números...
Segundo ponto, estou ansiosa por ESTE Natal! É o primeiro do meu filhote! Além disso faz um ano que dissemos à família toda que estávamos grávidos.
  
No entanto, sei esperar! Sei esperar por Dezembro, que é o mês do Natal! Até lá, o espírito natalício resume-se às ruas enfeitadas que já vou apreciando e às ideias que vou tendo para os miminhos que irei oferecer este Natal. Miminhos!! Que o Natal é isso mesmo: um grande e diversificado conjunto de miminhos!
    
Hoje, pus o filhote no pano e fomos às compras... depositar mais uns euros na conta do Sr. Belmiro de Azevedo. Tantos euros, que mandei entregar tudo em casa, directamente no chão da minha cozinha.
Enquanto andei a encher o carrinho e a conferir a lista (enorme!!) que tinha feito em casa, fui ouvindo... música de Natal! Num misto de "ai, que saudades destas músicas" (trauteei-as todas) e de "Já?!? Não é demasiado cedo?!"
 
Entretanto, decisão de última hora e aviso à navegação... este ano, 97% das compras de Natal serão feitas na loja da Unicef! (Podem começar a ver o catálogo e a imaginar o que vos vai calhar) Uma forma de juntar o útil (de ajudar quem precisa) ao agradável (de poder oferecer miminhos lindos no Natal).
 

Parabéns Pai / Avô!!

    
ONTEM, o meu pai fez anos! E por isso,  à excepção da manhã de trabalho, dediquei-lhe o dia. 
    
Foi quase como voltar ao passado. Quando era pequena passei muitos bons momentos na sua companhia. Ia com ele para o trabalho nas férias da escola; fui com ele em dezenas de viagens, que fazia em trabalho, pelo país fora; para não falar dos inúmeros festivais aéreos a que assisti... eu que tenho pavor de aviões a sobrevoarem a minha cabeça... ;)
   
Fomos então almoçar (o filhote também) e, depois de uma pequena interrupção para o nosso babyoga, voltámos a estar juntos até à noite. O dia terminou com um filhote estafado (e ainda entupido) na caminha, enquanto nós, já na companhia também da minha mãe, jantávamos pizzas e massas trazidas do restaurante italiano cá do bairro, que o recolher obrigatório imposto pelo filhote é para ser cumprido à risca.
     
Como o nosso presente já tinha sido oferecido uns dias antes (o sr. Rui Veloso recusou-se a adiar a data do concerto no Pavilhão Atlântico) ficámos só com um peixinho para o filhote oferecer no dia certo ao avô. ;)
    
Foi um dia muito bom! Gosto muito da companhia do meu pai!
  
Muitos, muitos parabéns!! Que contes muitos... infinitos!!   

Cof, cof e atchim

Temos um filhote muito entupido!
    
Já ontem anunciava tosse, hoje juntaram-se os espirros e um nariz super entupido. Seguidos logo, logo pela impaciência e irritação de não conseguir respirar,chuchar e mamar como deve ser. Olá birrinhas por tudo e por nada!!
 
Prescrição: muito mimo, muito quentinho, muita paciência e... muito soro!

5 meses - ponto da situação

- Sorrio, rio e dou gargalhadas. Tenho de admitir: sou um bem-disposto, um bonacheirão!
  
- Palro imenso com muitos e variados sons. Os "aaaaaaahh" já são coisa do passado, a minha linguagem está em franca evolução.
  
- Controlo perfeitamente a minha cabeça. Seguro-a, viro-a para onde quero olhar com mais atenção, de barriga para baixo levanto-a até mais não.
      
- Quando estou de barriga para baixo, se me ampararem os pés, consigo imitar uma minhoca e rastejo de uma ponta da cama dos papás até à outra.
     
- Cada vez gosto mais do banho. Já brinco com alguns brinquedos aquáticos, mas do que gosto mesmo é chapinhar.
     
- Adoro despir-me! Vestir já é outra conversa... Sou um bebé do Verão completamente assumido.
 
- Tento apanhar tudo o que passa à minha frente,brinquedos, livros, amigos da minha idade, a toalha da mesa, a Ginja...
       
- Observo tudo com muita atenção, brinquedos, livros, amigos da minha idade...
     
- Lambo tudo com muita atenção, brinquedos, livros, amigos da minha idade... ;)
   
- Já reconheço a Ginja e quando a vejo passar estendo logo os braços para a conseguir apanhar... beijinhos dela também são o prato do dia.
      
- Sou muito meiguinho. Adoro beijinhos e abracinhos, embora a minha perdição sejam mesmo as festinhas.
   
- Adormeço sozinho na minha caminha com a minha chucha e o meu ó ó.
  
- Já só adormeço no carro se estiver muito cansado. Adoro brincar com os passarinhos e a centopeia que estão pendurados na cocoon.
    
- Sou louco pelas minhas amigas maminhas, mas se antes tudo desaparecia quando estava a mamar, agora já vou dando atenção a outras coisas. E às vezes, não me apetece mesmo nada porque há coisas mais giras para ver/fazer.
    
- Continuo a petiscar várias vezes durante a noite. Se não é pela fome, às vezes é mesmo só pelo miminho...
     
Em suma, sou um bebé lindo e muito amado! Têm sido 5 meses de pura adoração!

Resmunguices

O filhote tem uma gracinha nova!
Desde Sábado que, para resmungar com qualquer coisa (estar farto de ficar no mesmo sítio, a demora em destapar a maminha, o tempo que leva a ser vestido...) faz uma boquinha nova.
     
Puxa o lábio inferior para trás e faz um biquinho com o lábio superior. Depois franze a testa toda e sopra e palra ao mesmo tempo, saindo uns sons parecidos com a consoante "p" juntamente com muita baba.
     
Aliás baba não tem faltado nos últimos dias. Não sei se há dentola a querer espreitar, mas a boca do filhote anda muito ansiosa de coisas para morder e esfregar... para além da já referida (muita) baba.
      
Sou suspeita, eu sei, mas ele está LINDO!! Incrível como amanhã já faz 5 meses...

Pré conceitos

Toda a minha vida pensei que quando um bebé chorava bastava que a mãe lhe pegasse ao colo e o embalasse para que espantasse todos os seus males.
        
Eu sou assim, tenho muitas destas ideias ingénuas... Acho que não preciso de explicar o desconsolo que foi quando descobri que não era exactamente assim.
   
Continuo a correr ao seu encontro sempre que chora, a consolá-lo com a maminha, a embalar o meu bebé e a sussurar-lhe palavras docinhas enquanto ele faz as suas queixas todas. 
E descobri que apesar de se sentir reconfortado e consolado, há vezes em que precisa mesmo de se queixar de tudo antes de voltar a ser o meu bebé calmo e bem-disposto.

Biscoitos de Ginja e bolacha Maria

                            
    
Sempre que saímos de casa e deixamos a Ginja, como forma de consolo, numa de  "sabemos que vamos para longe, mas gostamos muito de ti", damos-lhe um biscoito.
       
No infantário do filhote, todos os bebés que chegam à sala de manhã são recebidos com uma bolacha Maria. Acho eu, como forma de consolo, numa de "sabemos que os papás vão para longe, mas gostamos muito de ti".
    
E tal como a Ginja, que preferia que ficássemos com ela, não se faz rogada ao biscoito, também os bebés, que preferiam ficar com os seus papás, não se fazem rogados à bolacha.
        
Semelhanças?
       
Escusado será dizer que antes de sair relembro sempre "Não se esqueçam que ele só come maminhas."

Ao fim de uma semana...

Já tenho as minhas preferidas!
       
Quando vou levar o filhote ao infantário tenho a sorte de poder entrar na sala à vontade e dar-lhe maminha. Quando o vou buscar, também vou directamente a sala, onde ouço o "relatório" sobre a manhã. Durante esse tempo vou vendo, observando, avaliando...
   
E já fiz a minha selecção!
       
Como as pessoas da sala trabalham por turnos e há dias em que entram mais tarde, para ficarem também até mais tarde, agora é só fazer figas para que as pessoas de quem mais gosto estejam lá já de manhã para receberem o filhote e tratarem dele durante a manhã toda.    
  
Para o filhote acho que ainda é indiferente... A boa disposição com que fica quando o deixamos continua quando o vou buscar e permanece durante toda a tarde.
     
Única alteração: as sestas. As actividades no infantário devem ser extenuantes!!

Folga

Esta semana dei folga às minhas maminhas! Folga de tirar leite com a bomba. O filhote continua com o seu free-pass!!
     
Tirei tanto leite e enchi tanto copo antes de começar a trabalhar... para depois decidir que o melhor mesmo era tirar de manhã e dar no próprio dia!
     
Conclusão: uma gaveta da arca-frigorífica cheia de leitinhos congelados e eu sem mais copos para guardar o leite.
     
Por isso, esta semana estão de folga! O filhote bebe leite (des)congelado e eu tenho direito a mais 20 minutos de soninho de manhã! :)