Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

A vitória do desfralde

Uma vez que a doença foi esquisita mas ficou-se pela meia dúzia de borbulhas que lhe apareceram, aproveitámos a semana passada em casa para insistir no desfralde.

  

Correu tão bem que as fraldas só foram utilizadas para a sesta e durante a noite.

Como me estava a custar mandá-lo hoje com fralda para a creche, na sexta-feira resolvi passar por lá para falar com uma das educadoras sobre o desfralde dele também na escolinha.

    

Hoje deixámo-lo na creche sem fralda e com um carregamento de cuecas, calças e meias.

    

Durante todo o dia houve apenas um descuido. (!!!)

                                                                            

E eu, que vaticinava um dia desastroso por várias razões (o primeiro dia de creche depois de ter estado doente, o facto de na creche haver mais animação e menos atenção do que em casa, a chuva que caiu o dia todo...) fiquei inchada de orgulho quando o fui buscar.  

  

Pediu umas vezes, lembraram-no outras e usou tanto o bacio como as mini-sanitas.

  

Parabéns filhote!

Estamos no bom caminho.