Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Ele até é um rapazinho bastante saudável

Mas depois de ter ouvido da boca de vários médicos a pergunta Onde é que ele foi desencantar uma escarlatina? por (aparentemente) ser uma doença pouco vista por estes dias, não imaginava que passaríamos por outra tão depressa.

   

Pois bem, na quinta-feira à noite descobrimos-lhe os joelhos e o rabiosque cravejados de borbulhas. Fiquei alerta em relação a alguma pulga que lhe tivesse invadido a cama ou habitasse a sala da creche.

       

Na sexta-feira avisámos a escolinha quando o deixámos e, quando o fomos buscar, já havia borbulhas nos pés e aftas na boca. Soubemos também de outras duas meninas que também tiveram qualquer coisa do género.

       

Consulta de urgência no pediatra e o diagnóstico: síndroma mão-pé-boca.

      

Nunca tinha ouvido falar de tal coisa e foi difícil encontrar na internet mais informações sobre a doença.

      

Mas fora a esquisitice que é, e a problemática de ficar uma semana com ele em casa (já que é altamente contagiosa), não tem dado trabalho nenhum. As borbulhas já começaram a secar por causa do creme que pomos, as aftas na boca não têm reduzido o apetite e a febre nem apareceu.

        

Que todas as chatices sejam destas...

  

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.