Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Posso ter de desdizer tudo isto daqui a uns tempos,

... mas a verdade é que por enquanto não sinto os terrible two's a chegar. 

 

Ele é um doce e é claro que faz os seus disparates, mas a maior parte das desgraças que vão acontecendo são experiências de quem ainda não conhece tudo e está ávido por saber mais sobre o mundo que o rodeia.

   

Já teve uma fase terrível!

Entre os 12 e os 18 meses as birras sucediam-se em catadupa. À mínima contrariedade, às vezes sem sequer percebermos bem o porquê, atirava-se para o chão a chorar e espernear. Fosse onde fosse. E muitas vezes, ainda mal tínhamos acabado de resolver uma e já outra estava a rebentar...

    

A fase foi passando e nós fomos aprendendo a lidar com as birras dele. Foram-se tornando cada vez mais espaçadas e agora é raríssimo acontecerem.

     

É claro que às vezes desafia o nosso não. Põe o dedo no botão que desliga a televisão, pega nas caixas dos seus dvd's e abre-as, ou mexe num objecto qualquer que sabe que não pode, e olha muito sério.

Mas mede com o olhar a força da teimosia (a nossa e a dele) e, a grande maioria das vezes, desiste perante a minha cara 33 ou perante a ameaça de o sentar no chão de castigo.

Sorri, faz um olhar charmoso e solta um nãaaaaao capaz de derreter o iceberg mais gélido. 

         

Está um fofo e, por enquanto, obediente qb .

  

1 comentário

Comentar post