Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

Já passou...

É o que lhe dizemos muitas vezes depois de uma queda ou uma entaladela. Para lhe mitigar a dor, embora a dor ainda não tenha realmente passado.
     
De facto, os dias mais difíceis parecem fazer já parte do passado, mas o filhote ainda tem um caminho a percorrer até à completa recuperação.
    
Na quarta-feira passou o dia cheio de febre e de tosse. Na quinta não melhorou e fomos ao pediatra, a quem já tinha enviado um e-mail na véspera a pedir conselhos.
Fomos porque a constipação já se andava a arrastar há duas semanas. Só por isso...
   
Assim sendo, talvez seja mais fácil perceber o murro no estômago que senti quando o pediatra à entrada do consultório olhou para o filhote e avançou logo com um está mesmo muito atacado... e está com falta de ar...
     
Como falta de ar?!?
Não deveria ter sido eu a primeira a reparar nisso?!? 
        
Antibiótico para 10 dias, aerossóis com soro, ventilan e atrovent durante 5 dias, ben-u-ron para a febre e receitas da avozinha a complementar: xarope de cenoura e chá de limão com mel.
Escolinha, só lá para terça ou quarta-feira.
     
   
E os dias têm sido passados ao serviço desta maleita.
Entre horários de medicamentos, medições de febre, mudas de roupa, minha e dele, atingidas directamente por expectoração vomitada ou por transferência desta nos abraços e beijos de consolo do choro assustado de ter vomitado...
Entre batalhas para lhe enfiar o antibiótico pela boca abaixo e as guerras para tomar apenas a medida certa de ben-u-ron, e não o frasco inteiro.
Em verdadeiros jogos de sedução para tornar a sopa apelativa e o momento dos aerossóis o menos choroso possível.  
Com os nervos à flor da pele e os meus níveis de stress, tão baixinhos normalmente, totalmente alucinados.
           
Mas os dias mais difíceis parecem de facto fazer já parte do passado.
Hoje a expectoração pareceu estar mais solta, esteve mais bem-disposto, menos tempo a dormir e a febre começou a ceder...
   
Pesa agora sobre nós a recuperação total do filhote até voltar à vida normal e a ameaça deixada pelo pediatra de exames médicos profundos no caso de lhe surgir alguma coisa deste género nos próximos tempos...
          

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.