Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

É estranho...

... vê-lo andar pela casa, metido consigo próprio, com ideias certas sobre onde vai e o que quer ir fazer;
 
... vê-lo subir as escadas para o escorrega sem precisar de ajuda, embora a minha mão se mantenha nas costas dele, não vá o diabo tecê-las;
   
... vê-lo esticar-se parede acima na expectativa de chegar aos interruptores da luz e constatar que mais um centímetro e já não precisa de colo para lhes chegar;
   
... vê-lo a responder-me com um sim ou um não quando lhe faço perguntas do tipo Queres ir para à rua?, Queres pão com manteiga?, Vamos fazer óó?, A sopa está boa?...
    
É estranho porque o tempo passa depressa demais.
Porque cada vez mais vejo um rapazinho no corpo que era do meu bebé pequenino...
    
É estranho, dá saudades, mas é bom...
        

3 comentários

Comentar post