Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

E ele está tão esperto... Baba, muita baba!!

Percebe as conversas que lhe são dirigidas e faz-se entender muito bem; percebe a utilização de objectos que raramente usamos à sua frente e dá-lhes o uso correcto quando os apanha; faz os recados que lhe pedimos; e segue as rotinas de todos os dias como ninguém.
   
Conhece as histórias dos seus livros, as palavras, as canções e os gestos que estão associados a cada página; pede que lhe cantemos canções quando ouve alguma palavra que entra numa delas (estrelinha, cavalo, chapéu, pato...); imita com sons e gestos um jardim zoológico inteiro, com quintinha incluída; e conhece dezenas de canções e faz os gestos (do princípio ao fim) de muitas delas. 
     
No fim-de-semana passado dei com ele a imitar na perfeição os risos e as exclamações que se seguem ao nome das figuras geométricas no cubo da Lagarta Flora. Ora, se conhece e imita os ahhh, os uh uh e os ohhhh... o que não acontecerá quando tiver vontade de dizer por palavras o nome das figuras.
    
    
  
Já vai brincando sozinho em alguns momentos, experimentando os brinquedos que já conhece. Às vezes pega em dois ou mais brinquedos que nada têm a ver e tenta juntá-los na mesma brincadeira.  
       
Também já  corre, salta, equilibra-se, trepa, escorrega...  e até sobe e desce escadas com grande naturalidade de mão dada connosco (bem, subir até sobe sozinho, sem ajuda e de preferência às escondidas).
    
 
E às vezes filhote, também percebemos as tuas descobertas logo à primeira.