Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

26
Jul11

Aventura Vicentina

pai João

A mais recente utilização desta tenda fez-se este fim-de-semana, num parque de campismo, na companhia de colegas de trabalho e suas famílias.

 

Estamos a falar de um acampamento de colegas com filhos, maridos, mulheres e tudo e tudo??? 

 

Estamos!

 

A mãe Sofia ficou mais uma vez refém da sua tese, e os três homens da casa partiram à aventura!

Os amigos e amigas grandes ajudaram imenso nas tarefas que até parecem simples, como almoçar, trazer comida do restaurante ou ficar com eles durante o tempo nas filas...

Mas o destaque vai para a relação estre os filhotes de todos que estiveram sempre em grande e sempre divertidos.

 

O ponto alto do filhote mais novo foi a dança no bailarico à noite, onde fez furor e do mais velho foi os saltos na piscina (avaliado pelo próprio) 

 

Decididamente a repetir mas sem mesas de campismo!{#emotions_dlg.barf}

21
Jul11

Nova ápoca

pai João

O Glorioso apresentou-se e nós (eu com o filhote mais velho) também nos apresentámos ao serviço!

Na 4ª fila do piso 0 (estreia absoluta!)sentimos ainda melhor o jogo e discutimos novas e reforçadas ideias:

 

O que é "fora de jogo?"

Porque fazem rasteiras?

Qual é o nosso guarda-redes?

Porque andam os meninos a apanhar as bolas e a entregar aos jogadores?

Em que baliza marcamos golo?(1ªparte)

Em que baliza marcamos golo?(2ªparte)

Onde está o primo e o tio? (Acabámos mesmo por os encontrar no final do jogo mais o amigo N.)

 

Apesar de tantas perguntas, de um dia de praia, seguido de dois dias de natação...

 

Portou-se LINDAMENTE! E o Benfica também pois ganhou 1-0 !

 

A sair do estádio:

 

"Vês pai? Sempre que cá vimos o Benfica ganha!"

- Ó jesus, que tal uns lugares cativos aqui para os sócios??{#emotions_dlg.benfica}

10
Jul11

Altitudes

mãe Sofia

O avô bem tenta puxá-los para os aviões e hoje foram ao seu primeiro festival aéreo.

 

Eu fiquei em casa, refém da tese, mas ouvi (relatos partilhados pelos dois) que houve Éfes dezasseis, helicópteros e aviões acobratas; que andaram de comboio com os avós e foi muitá fixe, mãe!; que o crescido fez uma amiga Mariana na praia - olha, mãe, estivemos a brincar, fizemos pontes na areia e depois ficámos amigos!; que alguns aviões faziam muito barulho; que alguns deitavam fumo; que o mini adormeceu a meio, mesmo com o barulho.

   

Acho que vieram para casa de barriga cheia!

    

09
Jul11

Independências do fim-de-semana

mãe Sofia

O mini totalmente autónomo na casa de banho, independentemente do que for fazer.

        

O crescido totalmente autónomo em acordar da sesta e, sem nada para fazer cá em casa, coitadinho, que não tem brinquedos nenhuns, saiu porta fora para ir brincar com a vizinha que estava no parque sem dizer nada a ninguém. E nem o pai, que estava no quintal, estranhou quando viu o miúdo às voltinhas por ali de calças de pijama e galochas nos pés. 

Sai uma conversa muuuuuuuuuuito séria para a mesa da esquina!

Acho que não vai voltar a repetir a proeza...

     

08
Jul11

Mini festa

mãe Sofia

Podia dizer que foi o mini mais giro de todos, o mais engraçado de todos ou o mais fofinho de todos. Mas nada disso seria novidade. ;)

  

Assim, vou contar que foi o único a dançar!

Boogie, boogie! Uma mãozinha à frente, uma mãozinha atrás...

Completamente à vontade em toda a coreografia... até ter dado de caras comigo, mesmo, mesmo no fim da música, e ter abandonado o palco.

       

E quando foi a vez da actuação dos mais crescidos, cantou com eles o que eu já tinha ouvido em casa e não sabia quem lhe tinha ensinado. Então, bate, bate coação (mãozinhas no peito a bater) ôco, ôco diiiiiusão, a idade nnnnn tem vaô... Quexê!  (mãos no ar e saltinho) Vai dá tempo pa vivê...

Hoje ouvi-o cantar outra vez no banho e pensei que tenho mesmo de o filmar um dia destes.

   

Parabéns, mini-filhote!!

Foste o mais lindo de todos na festa!

Para mim, claro...

     

02
Jul11

Até podia ter graça se não respondesse assim todos os dias...

mãe Sofia

Depois do banho, a tentar que se limpasse e vestisse sozinho sem se perder em conversas e distrações.

   

Desculpa lá, mas que que parte do "vamos des-pa-char" é que não percebeste?

  

O char. Parece shark. 

    

    

E eu totalmente apanhada desprevenida nesta fase. Eu não sabia da existência dos terrible five... 

   

Ultimamente, todos os dias conversamos com ele sobre as respostas que nos vai dando e, principalmente, o tom com que o faz. Há umas semanas, por exemplo, no carro, pedi-lhe que parasse de soprar no apito que levava com ele. Revirou os olhos e rosnou Porquê? Estou a fazer alguma coisa de mal?

A seguir rosnei-lhe eu...

   

Lilypie Kids Birthday tickers
Lilypie Kids Birthday tickers

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D