Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pai João e mãe Sofia

pai João e mãe Sofia

31
Jan08

Está um despachado

mãe Sofia

Diz imensas palavras, repete todas as que consegue e pergunta Qué ista? várias vezes por minuto.

    

Espreita gavetas, abre portas, tira o que lhe interessa... mas também arruma tudo de boa vontade quando lhe pedimos.

     

Sobe para o sofá, para as cadeiras, para cima de caixas e, uma vez mais alto do que o normal, põe-se a acenar qual rei cumprimentando o povo.

   

E hoje ao chegar à escolinha, depois de mais de uma semana em casa, correu de braços abertos para abraçar a educadora e a auxiliar. Cheio de mimos, cheio de beijinhos.

Cheio de saudades da escola, disseram-me à tarde quando o fui buscar. 

       

26
Jan08

Conversas

mãe Sofia
Chego a casa à hora do lanche vinda de uma ida urgente ao supermercado para comprar provisões essenciais para o filhote (leia-se, iogurtes e legumes para a sopa).  
Na mão trago uma caixa com croissants e ele corre, completamente louco na alegria de nos ver: a mim e aos croissants.
      
Mãe, quei... Dá cá... Bô...    
    
Assim, tudo de seguida e repetido várias vezes até o pai João pegar na caixa e lhe estender um pedaço de croissant, o seu bô(lo).
         
E pensar que há um mês estavamos nós na consulta de rotina no pediatra a estender lamentações sobre a demora no desenvolvimento da fala dele...    
         
26
Jan08

Já passou...

mãe Sofia
É o que lhe dizemos muitas vezes depois de uma queda ou uma entaladela. Para lhe mitigar a dor, embora a dor ainda não tenha realmente passado.
     
De facto, os dias mais difíceis parecem fazer já parte do passado, mas o filhote ainda tem um caminho a percorrer até à completa recuperação.
    
Na quarta-feira passou o dia cheio de febre e de tosse. Na quinta não melhorou e fomos ao pediatra, a quem já tinha enviado um e-mail na véspera a pedir conselhos.
Fomos porque a constipação já se andava a arrastar há duas semanas. Só por isso...
   
Assim sendo, talvez seja mais fácil perceber o murro no estômago que senti quando o pediatra à entrada do consultório olhou para o filhote e avançou logo com um está mesmo muito atacado... e está com falta de ar...
     
Como falta de ar?!?
Não deveria ter sido eu a primeira a reparar nisso?!? 
        
Antibiótico para 10 dias, aerossóis com soro, ventilan e atrovent durante 5 dias, ben-u-ron para a febre e receitas da avozinha a complementar: xarope de cenoura e chá de limão com mel.
Escolinha, só lá para terça ou quarta-feira.
     
   
E os dias têm sido passados ao serviço desta maleita.
Entre horários de medicamentos, medições de febre, mudas de roupa, minha e dele, atingidas directamente por expectoração vomitada ou por transferência desta nos abraços e beijos de consolo do choro assustado de ter vomitado...
Entre batalhas para lhe enfiar o antibiótico pela boca abaixo e as guerras para tomar apenas a medida certa de ben-u-ron, e não o frasco inteiro.
Em verdadeiros jogos de sedução para tornar a sopa apelativa e o momento dos aerossóis o menos choroso possível.  
Com os nervos à flor da pele e os meus níveis de stress, tão baixinhos normalmente, totalmente alucinados.
           
Mas os dias mais difíceis parecem de facto fazer já parte do passado.
Hoje a expectoração pareceu estar mais solta, esteve mais bem-disposto, menos tempo a dormir e a febre começou a ceder...
   
Pesa agora sobre nós a recuperação total do filhote até voltar à vida normal e a ameaça deixada pelo pediatra de exames médicos profundos no caso de lhe surgir alguma coisa deste género nos próximos tempos...
          
23
Jan08

Há já duas semanas que andávamos no limbo

mãe Sofia

A constipação que nunca mais se quis ir embora, a conjuntivite que apareceu pelo meio, a febre a pontuar muitos dos nossos fins de dia.

    

Ontem veio da escolinha com febre outra vez, mas em vez de ter acordado fresco e bem-disposto como das outras vezes, a temperatura manteve-se alta.

   

Assim, ficámos em casa.

Muita tosse, muito choro, muito sono, muito soro. Alguma dificuldade em respirar e uma febre que nem sobe nem desce...

    

A ver vamos...

      

21
Jan08

Ontem...

mãe Sofia

    

       

O filhote estranhou tanta gente, os músicos tão próximos, as roupas estranhas dos cantores e das bailarinas, as vozes tão perto e tão direccionadas aos bebés.

Mas à medida que o concerto foi acontecendo, foi relaxando no meu colo e acabou por se deixar embalar pela música e pela bailarina, por se encantar com o violino e chegou mesmo a tocar em vários botões de um acordeão e a dar um passou-bem ao acordionista.

Terminou o concerto já muito entusiasmado e a pular ao meu colo.

        

Gostou muito.  

E nós também, embora a experiência no Ocenário, há quase um ano, seja muito difícil de superar.

       

Em Fevereiro lá estaremos outra vez.

            

21
Jan08

Sem conhecimento (absolutamente nenhum) de causa em ambos os casos...

mãe Sofia

... o filhote aprendeu a dizer bombom e tau-tau!

      

Ontem, arrumou, desarrumou e encaixou bombons dentro de uma caixa em casa dos avós (pessoal, só comam bombons em casa dos meus pais se estiverem embrulhados em pratinha e ela estiver intacta!!) mas obviamente não comeu nenhum.

Ao fim da noite, já cirandava pela sala com dois ou três nas mãos, a dizer bombom, bombom!

       

Hoje, no carro, depois do pai João ter feito uma brincadeira qualquer comigo, virei-me para o filhote e, no meio da risota, disse-lhe Ai, ai, ai, pergunta lá ao pai se quer levar um tau-tau!

E o filhote, que deve ter achado graça à palavra, entrou na brincadeira e na galhofa geral e foi repetindo tau-tau, rindo à gargalhada sempre que a palavra lhe saía da boca.

       

   

Agora filhote, vamos treinar com palavras que sejam realmente importantes na nossa rotina.

         

21
Jan08

Conversas

mãe Sofia

De manhã, acabado de sair da caminha, enquanto mudamos a fralda e damos os últimos retoques na roupa e na cabeleira que tem vontade própria.

     

- Quem está lá em cima?

- O pai...

    

- Como se chama o pai?

- Oãããão...

      

- E o que está o pai a fazer?

- Papa!!

   

- E para quem é a papa?

- Eu!!

         

Pág. 1/3

Lilypie Kids Birthday tickers
Lilypie Kids Birthday tickers

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D